No Médio Solimões, para onde estendemos nossas ações de apoio da Campanha SOS Tikunas, encontram-se as populações com maior índice de contaminação em todo o Estado do Amazonas. Conforme informações do site Brasil Norte Comunicações (ver matéria), em Jutaí, que é uma das menores cidades do Estado, o percentual de contaminação é de 5,3%, representando o maior índice de todos os 61 municípios do interior do estado. 

Segundo informa a professora Taciana de Carvalho Coutinho (UFAM), que participa do nosso Coletivo de apoio à Campanha SOS Tikunas, a calha do Jutaí abriga as Terras Indígenas São Domingos, Riozinho, Macarrão, Estrela da Paz, Espírito Santo, Mawetek, Rio Biá e Vale do Javari. Nessas Tis habitam os povos: Katukina, Miranha, Kokama, Kambeba, Tikuna, Kanamari e Kulina.

A KAMURI estendeu a ação da Campanha SOS Tikunas ao Sul do Amazonas, região de Humaitá, para apoiar os povos indígenas Pirahã, Parintintim, Jiahui, Tenharim e Mura frente à COVID-19. Foram enviadas pela KAMURI, para Humaitá, e entregues às comunidades através da CASAI, 1500 máscaras de pano e 254 kits de higiene, além de cestas básicas.

Agentes de saúde da SESAI – Polo Base Barreira das Missões com as máscaras de pano compradas e doadas pela Kamuri
Entregas realizadas pela CASAI aos índios Pirahã
Cestas básicas e kits de higiene
Entrega na região de Humaitá, no sul do Amazonas

Entrega na região de Humaitá, no sul do Amazonas

A Universidade Federal do Amazonas – UFAM, através do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas, do Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (Neabi/IEAA-AM), e o Instituto Internacional de Educação do Brasil – IEB também estão em campanha para apoiar os índios da região sul do Amazonas no enfrentamento da pandemia do coronavírus, através de uma “Vakinha” virtual. No entanto, como esse tipo de campanha precisa chegar ao fim (completar o teto proposto, que é de 20 mil reais) para ter o dinheiro disponibilizado, a Kamuri decidiu apoiar emergencialmente aquelas comunidades, com as doações por ela recebidas (ver  matéria do site da UFAM ). Divulgamos abaixo a Campanha da UFAM e IEB, para quem queira contribuir com a “Vakinha” que estão realizando.

#

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *