Quem somos

Criada em 2006 a Kamuri é uma associação sem fins lucrativos que tem como objeto ações ambientais, culturais e educacionais. Atualmente seu foco central é a educação escolar indígena bem como a formação de professores índios e de minorias.

A Kamuri tem como marca de sua identidade a atuação direta em Terras Indígenas por meio de pr
ojetos elaborados a partir de demandas locais, visando contribuir para que os povos indígenas e indigenistas façam garantir os direitos constitucionais, culturais e sociais dos povos indígenas.

Dentro do nosso leque de atuação, também trabalhamos com projetos ambientais, de desenvolvimento social e econômico, além de projetos de cunho artístico voltados à educação, promoção do respeito e valorização da diversidade e defesa das minorias.

 

 

Wilmar da Rocha D'Angelis
Co-fundador
Indigenista, educador, linguista. Acha o mundo é inimaginável sem florestas preservadas, sem povos indígenas, sem crianças ou sem música. Lamenta que nosso país, riquíssimo em todos esses quesitos, trate todos eles com tanto descaso, e se permita crimes hediondos contra os três primeiros. É para mudar isso que luta, dentro e fora da universidade.
Pra saber mais
Juracilda Veiga
Co-fundadora
Indigenista desde janeiro de 1979. Doutora em Ciências Sociais/etnologia indígena. Antropóloga da Fundação Nacional do Índio, a partir de 2006. É professora alfabetizadora, trabalha com educação indígena desde 1983, trabalhando inclusive na formação de professores indígenas. Coordena atualmente o Projeto de revitalização linguística das línguas indígenas em São Paulo.
Fabiana Leite
Indigenista
Mestre em Linguística (2013). Possui graduação em Letras Português / Inglês e Respectivas Literaturas (2008). Atualmente é aluna do doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. É membro (desde 2009) do grupo de pesquisa INDIOMAS - Conhecimento de Línguas Indígenas Brasileiras na relação Universidade & Sociedade. É colaboradora (desde outubro de 2014) do Projeto de Revitalização Linguística das Línguas Índígenas em São Paulo. Atua igualmente como tradutora e revisora de textos freelancer (português-inglês/inglês-português) e como professora de língua inglesa na Prefeitura Municipal de Campinas.
Maria Eugênia
Indigenista
Graduanda em Linguística pela UNICAMP, membro da Kamuri desde 2013. Integrou o grupo de pesquisa InDIOMAS, trabalhando com oficinas de revitalização linguística em uma aldeia Guarani Nhandewa e com o Projeto Web Indígena. Fez parte da elaboração da Gramática Pedagógica do Nhandewa-Guarani, e da revisão e tradução da narrativa sagrada Inypyrũ, na mesma aldeia
Fábio Leite
Gerente de projetos
Empreendedor, apaixonado por gestão de pessoas e recursos, fomentador do uso de tecnologia como ferramenta para a aproximação de pessoas nas relações sociais/humanas e educacionais. Defensor de causas sociais, indigenista e do meio ambiente.
Minha rede socialMinha rede de trabalho
Mariana Gonzaga
Indigenista
Bacharelanda em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), é parte do grupo de pesquisas InDIOMAS - Conhecimento de línguas indígenas e de línguas de sinais na relação Universidade & Sociedade, atuando na construção de um Dicionário Escolar do Kaingang de São Paulo.
Eduardo Alves
Indigenista
Linguista, dedicado aos estudos das línguas indígenas, acreditando que seja a minha melhor opção para dar visibilidade a esses povos e suas causas. Apoiador de causas indigenistas e sociais.
Gilberto Machel
Co-fundador e atual Coordenador Geral da Kamuri
Indigenista, permacultor, agrofloresteiro e psicoterapeuta corporal. Pesquisa e busca resgatar, desenvolver e difundir de modo livre, formas mais autônomas de vida (na alimentação, saúde e gestão dos recursos naturais e ambientais). Deseja profundamente que pessoas ou grupos marginalizados de toda parte libertem-se ao máximo dos monopólios das corporações capitalistas e de toda forma de exploração e opressão
Minha rede social
Daniel Rocha
Advogado
Advogado sócio proprietário do escritório de advocacia D. Rocha & Silva Sociedade de Advogados. Bacharel em Direito desde 2009. Possui especialização em Direito Tributário (2012). Desde o início de sua carreira busca promover o direito de acesso à justiça das populações vulneráveis e de instituições que visam a reparação social.
Ivana Ivo
Indigenista
Graduada em Letras Inglês/Português e Respectivas Literaturas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB (2011). Mestre em Linguística e doutoranda em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas– UNICAMP (2014). Membro do grupo de pesquisa InDIOMAS (Conhecimento de Línguas Indígenas e línguas de sinais na relação Universidade & Sociedade) e colaboradora do Projeto de Revitalização das Línguas Indígenas, com experiência em educação escolar indígena e formação de professores indígenas. É especializada na língua Guarani. Tradutora e revisora de textos (português-inglês/inglês- português). Atualmente é professora substituta na Universidade do Estado da Bahia – UNEB – campus VI. Na Graduação (Letras/Inglês), leciona (fonética, fonologia e morfossintaxe da língua inglesa) e Pós-Graduação, lato sensu, “Especialização em educação e diversidade étnico-racial” leciona: “Introdução ao Estudo das Histórias Indígenas Brasileiras e Aspectos das Culturas Indígenas Brasileiras”.