“Cicatrizes na Floresta – evolução do garimpo ilegal na TI Yanomami”: lançado recentemente, pela Hutukara Associação Yanomami e Associação Wanasseduume Ye’kwana, com assessoria técnica do Instituto Socioambiental (ISA), o documento traz um panorama amplo, ilustrado e detalhado da atividade mineradora ilegal no território Yanomami, que tem crescido nos últimos anos devido à “interrupção de políticas de proteção territorial na TIY”. O documento, de 52 páginas faz uma análise atualizada das invasões de garimpeiros, por macrorregiões: dos rios Uraricoera (palco do mais recente ataque de garimpeiros, que abriram fogo contra os indígenas), Parima, Catrimani, Mucajaí e Couto Magalhães. Os relatórios foram realizados a partir de relatos dos próprios indígenas, do material publicado na imprensa, registros fotográficos e imagens de satélites.

Confira o documento na íntegra:

Relatorio___Cicatrizes_na_Floresta___Evolucao_do_Garimpo_Ilegal_na_TIY

#

Nenhum comentário ainda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *