Faleceu, em 26 de junho último, o professor e linguista laklãnõ Nanblá Gakran, aos 57 anos.
Nanblá era falante, como primeira língua, do idioma Xokleng (Laklãnõ), língua hoje em dia falada apenas em Santa Catarina, na Terra Indígena Laklãnõ, na região Norte-Nordeste do Estado. Adquiriu a língua portuguesa já adolescente. Ainda muito jovem tornou-se auxiliar de pesquisa do antropólogo Greg Urban, quando este realizou sua pesquisa entre os Laklãnõ no início da década de 1980, transcrevendo, para ele, narrativas gravadas na sua língua materna. A partir de então, Nanblá se tornou um pesquisador de sua língua, e um militante em defesa dela.
Concluiu o Ensino Médio já com 23 anos, e treze anos depois, em 2000, obteve seu primeiro título acadêmico: graduou-se em Ciências Sociais, com ênfase em Desenvolvimento Sustentável. A partir dali, em busca de adquirir ferramentas para lutar pela sua cultura e seu povo, sua carreira acadêmica nunca se interrompeu: graduou-se em Licenciatura em Ciências Sociais (2002), tornou-se Licenciado em Letras em 2018, tornou-se o segundo indígena no Brasil a obter o título de Mestre em Linguística, em 2005 (UNICAMP), e um dos poucos indígenas Doutores em Linguística no país, em 2015 (UnB). Nos primeiros anos de seu doutorado, Nanblá foi orientando de ninguém menos que o Prof. Aryon Dall’Igna Rodrigues, o grande mestre dos estudiosos de línguas indígenas
brasileiras.
Com seus títulos de Mestre, e depois, Doutor em Linguística, sempre voltou a dar aulas em sua aldeia, e sempre preocupou-se de estar próximo aos seus três filhos. Era um pai zeloso.
Nanblá, filho de Kuzug Gakran e Konhẽko Nãnbla, deixa 3 filhos (Caio Kuzug, Natã Txuli e Txulunh Favenh), deixa um grande exemplo de determinação e deixa aos professores e jovens Laklãnõ a responsabilidade de continuar seu incansável trabalho para o fortalecimento do seu idioma ancestral.

Para saber mais sobre Nanblá Gakran, acesse:

  • Biografia:

https://www.academia.edu/33248857/BIOGRAFIA_DO_NANBLÁ_GAKRAN

  • Entrevista de Nanblá Gakran a Daniel Munduruku (projeto Mekukradjá), em maio/2020:

Nanblá Gakran – Mekukradjá | Itaú Cultural

  • Currículo Lattes:

http://lattes.cnpq.br/5549612741224837

#

Nenhum comentário ainda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *